sábado, 31 de outubro de 2015

Aparados da Serra- Cambara do Sul RS - Canyons e Cachoeiras

Natureza: 5
Rota das Cachoeiras 4x4

Dificuldade: 3
Beleza: 5
Notas que variam de 1 a 5







Feriado prolongado e fomos conhecer a região dos Aparados da Serra, no Rio Grande do Sul, famosa por seus Canyons e Cachoeiras.


Dividimos o passeios em duas partes, sendo uma a visita aos Canyons Fortaleza e Itaimbezinho, seguida pelo Lajeado das Margaridas e Cachoeira do Tio França. A segunda parte é a famosa Rota das Cachoeiras 4x4, que possibilita a travessia de dois grandes rios da região. 


Rota das Cachoeiras 4x4



A região é formada por várias opções de passeios, Canyons, trilhas a pé, estradas Offroad, passeios a cavalo, cachoeiras, camping, etc. A cidade de Cambará do Sul - RS é uma cidade pequena, com clima frio a uma altitude de aproximadamente 1000m do nível do mar. Conta com várias opções de hospedagem, alguns bons restaurantes e agencias de turismo que oferecem os passeios pela região. Necessariamente não precisa de guia para realizar os passeios, mas eles facilitam muito caso queira conhecer a região sem se preocupar com acessos, localizações e valores de visita, que em algumas atrações são cobradas na entrada do local. Os pontos turísticos ficam distantes um do outro e o tempo de acesso a cada um deve ser considerado no roteiro diário de atividades. 


Lajeado das Margaridas


Partimos de Curitiba pela BR-101 em direção a Santa Catarina em um feriado prolongado, o que nos fez perder muito tempo na estrada devido a obras e o próprio horário de rush entre Itajaí e Florianópolis. Como precisávamos subir a serra, e já era tarde, optamos por seguir pela BR-101 até a RS-486 (Rota do Sol), pois é asfaltada e para subir seus 1000m era a opção mais viável próximo da meia noite. A opção que tínhamos era entrar um pouco antes, em Vila São João e subir a serra por Praia Grande, mas por estrada de pedras. Ou então pode subir pela famosa Serra da Rocinha, via Timbé do Sul. Nessa segunda opção terá que enfrentar mais um bom trecho de estrada de terra e pedras no alto da serra pela RS-020 até chegar em Cambará do Sul. Trecho de aproximadamente 50Km onde a velocidade máxima não passa dos 50Km/h. Como era tarde optamos pelo caminho mais seguro e movimentado, pois a idéia era chegar o quanto antes em Cambará do Sul para dormir e aproveitar o Sábado.


Passo da Ilha


Reservamos um chalé na Pousada Fazenda Estrada do Lajeado, onde fomos atendidos pelo Sr. Rodrigo. O local é simples, conta com 4 chalés com lareira, TV, cama de casal e um beliche. A cozinha do local é coletiva e não conta com serviço de alimentação. Os quartos não tem frigobar, porém é um local com bom custo x benefício. Chegar na pousada é fácil, mas não tem indicações e o endereço do site não ajuda muito, assim o ideal é ou perguntar ou pegar o track mais abaixo que tem a localização. 

Sábado de manha levantamos cedo e partimos conhecer a região. Levamos azar pois o tempo estava muito chuvoso, o que atrapalhou a visita aos Canyons e a travessia dos rios. Chegamos aos dois Canyons mais famosos mas a visibilidade era zero. O Canyon Fortaleza tem entrada gratuita e o acesso é por estrada de terra onde qualquer veículo consegue chegar. Chegamos e encontramos um clima chuvoso, frio e com muito vento, sem condições de seguir a trilha de mais de 1Km a pé. Se for em um dia bom, aproveite para conhecer as outras trilhas ao redor do Canyon. 


Cachoeira do Tio França


Na sequencia seguimos para conhecer o Lajeado das Margaridas e a Cachoeira do Tio França. Essas duas atrações ficam na mesma estrada da nossa pousada. O Lajeado das Margaridas é um local muito procurado para Camping, em frente ao Rio Camisas. Como o rio estava cheio, não pudemos entrar muito dentro do rio. Voltamos para conhecer a Cachoeira do Tio França, que fica em uma propriedade particular com valor de R$5,00 por pessoa. Pode-se chegar de carro até muito próximo, seguindo então uma pequena trilha a pé. Essa estrada é um pouco mais complicada e um carro normal pode ter dificuldades para acesso, porém tranquila para qualquer 4x4, pois alguns pontos temos subidas ingremes e atoleiros.

Voltando para a cidade de Cambará seguimos para o Canyon Itaimbezinho, por uma estrada de terra mas acessível por qualquer veículo. Porém chegando na entrada fomos informados que a visibilidade também era zero e acabamos voltando para a Pousada.


Entrada Canyon Itaimbezinho


A noite saímos jantar em uma Pizzaria chamada Pizza Retro. Recomendo e muito pois foi uma das melhores pizzas que já experimentamos. Servida na pedra, seu sabor é espetacular.

No dia seguinte seguimos para uma agencia nos informar sobre as condições dos rios para realizar a Rota das Cachoeiras 4x4 e fomos informados que não estava sendo possível sua travessia devido ao volume dos rios, e que a própria estrada de acesso estava muito ruim. Resolvemos contratar o serviço da agencia mas para seguir em comboio para conhecer a região. Esse trajeto contém tres paradas, sendo a Cachoeira dos Venâncios, Passo do S e Passo da Ilha. 

A Cachoeira dos Venâncios também fica em propriedade particular, mas como contratamos o serviço de guia a entrada estava inclusa. Até então a estrada estava ruim mas nada complicada. Seguindo chegamos no Passo do S, onde visitamos outra cachoeira e ficamos na beirada da travessia, que é possível em dias onde o nível de água está bem abaixo do que estava nesse dia. Nesse ponto existem balizadores para orientar a travessia de veículos. Queríamos muito, mas não existia a mínima chance de atravessar. Voltando para o circuito chegamos no Passo da Ilha, que também estava muito cheio e não conseguimos atravessar para chegar na ilha, que é propriedade particular e procurada para Camping. Após esse ponto a estrada ficou muito ruim, com muitos atoleiros e subidas ingremes com erosões. Até veículos 4x4 originais podem ter dificuldade para conseguir seguir caminho. Sempre esteja com mais alguém principalmente em dias de chuva, pois sinal de celular é raro nessa região.


Passo da Ilha


Nosso passeio ficou por aqui, pois o tempo não ajudou nem para visitar os Canyons e nem para atravessar os rios. A vantagem é que ficou uma boa desculpa para retornar, pois a região é linda e sem sombra de dúvidas um passeio inesquecível. Os campos formam paisagens lindas, que em dias ensolarados tornam-se únicas. 

Dicas:


- Sempre respeite a natureza. Leve sacolas para seus lixos
- Pesquise bem antes de ir a locais mais retirados
- Leve repelente
- Procure saber sobre o volume dos rios com as agencias locais
- Direção e bebida não combinam




Trajeto Anitápolis SC

Arquivo GPX-Canions
Arquivo GPX-Cachoeiras

Arquivo KMZ-Canions
Arquivo KMZ-Cachoeiras

Wikiloc





Album de Fotos


Mapa da Região

Cachoeira dos Venancios

Cachoeira do Passo da S

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Lajeado das Margaridas

Lajeado das Maragaridas

Lajeado das Margaridas

Lajeado das Margaridas

Lajeado das Margaridas

Lajeado das Margaridas

Cachoeira do Tio França

Cachoeira do Tio França

Cachoeira do Tio França

Cachoeira do Tio França

Cachoeira do Tio França

Cachoeira do Tio França

Rota das Cachoeiras 4x4

Canyon Itaimbezinho

Canyon Itaimbezinho

Canyon Itaimbezinho

Acesso Canyon Itaimbezinho

Agencia de Turismo

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Cachoeira dos Venancios

Cachoeira dos Venancios

Cachoeira dos Venancios

Cachoeira dos Venancios

Cachoeira dos Venancios

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Passo do S

Passo do S

Passo do S

Passo do S

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Rota das Cachoeiras 4x4

Passo da Ilha

Passo da Ilha

Passo da Ilha

Passo da Ilha

2 comentários:

PH disse...

Olá Sérgio. Estou me preparando para conter esta mesma região, provavelmente no próximo mês, assim queria tirar algumas dúvidas. Qual a agência de turismo que contrataram na cidade? Eles só fazem os passeios em comboios? Lembra-se do preço, aproximadamente? E, mais importante, recomenda?
Muito obrigado.
Abraços e boas trilhas.
Paulo.

Sergio Rodrigo de Medeiros disse...

Paulo, tudo bem? Então, sinceramente não lembro o nome da empresa que contratamos, porém elas ficam agrupadas na rua principal da cidade... não tem erro. Todas elas saem de Defender em horários próximos, então não tem erro e os valores, pelo que vi, são iguais. Não sei qual sua intenção, porém contratamos para seguir o comboio deles, no nosso carro. Por isso o valor é diferente. Se não estou enganado, pagamos em torno de R$100 na época. Olha, para nós não valeu a pena pois tínhamos todos os tracks já mareados, e o passeio não foi nada diferente do que eu já tinha. Contratamos mais pelo conhecimento das travessias que eles tem, mas não pudemos atravessar pois os rios estavam muito cheios. Se voce gosta de fazer os seu caminho, com os seus horários, pode ir por conta mesmo. Em comboio temos que seguir o ritmo deles e isso pode ser uma desvantagem. Por outro lado da mais segurança em caso de uma quebra, pois os lugares são meio afastados e com pouco tráfego de veículos. Fica a seu critério. Para os Canyons definitivamente não precisa, pode ir sozinho, já para o trajeto com travessias, pode ser interessante sim ir com eles. Se tiver mais alguma duvida, pode mandar. Abraços e bom passeio.

Postar um comentário