domingo, 26 de abril de 2015

Campo dos Padres - Anitápolis SC

Natureza: 5
Dificuldade: 3
Beleza: 5
Notas que variam de 1 a 5







Região de baixo da Serra Catarinense, menos conhecida mas que contém paisagens tão belas quanto as do lado de cima.


Paisagem Serrinha
Como já conhecemos a parte de cima da Serra Catarinense, dessa vez resolvemos conhecer a parte de baixo, pouco comentada mas que apresenta as belezas dos paredões da Serra vistas de outro ângulo. Partimos para conhecer o Campo dos Padres, região com pouca infra estrutura e muito conhecida por suas trilhas a serem percorridas a pé. O Campo dos Padres fica na parte de cima da Serra Geral, e seu acesso é feito exclusivamente a pé com longas caminhadas. 



Anitápolis SC

Realizando pesquisas de como chegar o mais próximo possível, encontramos essa cidade chamada Anitápolis. Nela fizemos uma reserva na pousada Encantos da Serra para poder ficar no feriado e conhecer a região.






Plantação de Xuxu

Partindo de Florianópolis via BR-282 em Santo Amaro da Imperatriz, pegamos a rodovia SC-407 em Rancho Queimado. Essa rodovia era, até alguns anos atrás, sem pavimentação. Hoje a estrada está em ótimas condições e com uma paisagem belíssima. Aconselho a fazer esse caminho de dia para aproveitar as paisagens. 



Ainda existe outro caminho interessante a ser feito, pegando a SC-435 e subindo a Serra da Garganta, de 4x4. Esse caminho chega na metade da SC-407. Como ficamos sabendo somente após chegarmos, sem dúvida ficará para nossa próxima visita. 



Caminho Serrinha
Chegando em Anitápolis encontramos uma cidade pequena mas muito aconchegante. Conta com 3.200 habitantes e sua principal atividade é a pecuária. A hospitalidade dos moradores é acima da média. Por ser pequena, pessoas de fora acabam ficando de certa forma conhecidas durante o período que ficam hospedadas na cidade. 



Por do Sol

Para chegar na pousada precisamos perguntar no centro da cidade, onde nos informaram que ficava a aproximadamente 13Km de distância. Seguimos por uma estrada de terra com belas paisagens, atravessando uma pequena Serra até chegar na pousada, onde fomos muito bem recebidos com um belo café da tarde. Nosso chalé estava pronto para nossa estada.




Chalé Pousada Encantos da Serra
Aproveitamos o resto do dia para descansar e preparar nosso roteiro pela região. Jantamos uma bela Pizza feita pela esposa do Sr. Laureni e descansamos para pular cedo no Domingo. A pousada conta com 4 chalés, pensão completa, piscina, cachoeiras e ainda pode-se realizar uma boa caminhada conhecendo o condomínio que o proprietário está planejando. 



Cachoeira do Rio da Prata
Domingo cedo, após um bom café da manha partimos para conhecer a cachoeira do Rio da Prata, onde o acesso se dá por uma estrada rural e, chegando no final, mais uma boa caminhada para acesso a parte de baixo da cachoeira. No final da estrada temos o serviço de guia para chegar na cachoeira. Como queríamos conhecer mais a região optamos por voltar. Na volta conhecemos ainda duas pousadas, muito bonitas também e talvez seja uma opção quando voltarmos. Na pousada da Dona Marilda (Pousada Recanto das Cachoeiras) temos Chalés no alto dos morros da sua propriedade. Já na do Sr. Fernando (Pousada Pasárgada) temos chalés muito aconchegantes em uma bela propriedade. 



Travessia de Rio
No percurso existem opções de desvios para aventureiros de 4x4, subindo morros íngremes e cruzando rios. Sempre respeite porteiras, propriedades particulares e os moradores, pois as portas estão sempre abertas e todos querem que continuem assim. 






Cachoeira Usina
Na volta seguimos sentido SC-407, onde havia um tracklog que baixei do Wikiloc para um caminho 4x4. Entramos em um condomínio, pedimos autorização e seguimos o caminho, subindo um morro onde, pelo track, daria de volta na rodovia. Como começou a chover e estávamos sozinhos, optamos por voltar no meio da trilha pois o caminho começou a ficar fechado e estava anoitecendo. Também fica para a próxima visita. 



Paredão
Nosso plano para a o próximo dia era conhecer a cidade de Santa Rosa  de Lima, 27Km distante por estrada de terra de Anitápolis. Santa Rosa de Lima é conhecida pelas instâncias de águas termais e caminhos que levam ao lado de baixo da Serra Geral também. No jantar acabamos conhecendo um casal de Florianópolis que estava hospedado em outro chalé, e nos recomendaram conhecer a parte de baixo da Serra, conhecida como paredão. O caminho é o mesmo que leva a nossa pousada, devendo seguir até chegar no local. No começo tivemos dúvida se valeria a pena, mas pela insistência do casal e o próprio dono da Pousada resolvemos ir. No final da contas foi o passeio mais acertado que fizemos, pois chegamos em um local onde a paisagem foi indescritível.
Porteiras

Seguindo a estrada, passamos por mais uma Pousada (Pousada Medeiros). Aproximadamente 13Km de onde estávamos chegamos em um ponto onde, com chuva, somente de 4x4 para seguir. Nada complexo, mesmo porque o caminho é uma estrada, mas tão pouco utilizada que oferece certa dificuldade. 




Paredão
Nesse caminho abrimos 4 porteiras, e as casas com moradores começaram a ficar cada vez mais raras na mesma proporção que a paisagem ia ficando mais bonita. Chegando no pé do paredão, paramos para apreciar uma das mais belas paisagens que já encontramos em nossos passeios, ao lado de uma casa que fiquei um bom tempo imaginando o que seria ficar hospedado ali, no inverno e com a possibilidade de nevar. As fotos não conseguem chegar perto de passar o que o local proporciona.


Porteira Fechada
Continuamos o caminho, seguindo a trilha. O Sr. Laureni comentou que esse caminho leva a Santa Rosa de Lima, pelo pé da serra mas que teríamos que nos informar no local como estava a estrada. Infelizmente chegamos em um ponto com várias placas de propriedade particular, e uma porteira fechada com cadeado, mesmo o mapa do GPS indicando que ali existe uma estrada que segue pelo pé da serra. Retornamos, mas a vontade de seguir caminho ficou.

Chegando na cidade, onde íamos para Santa Rosa, paramos no único posto de combustível da cidade e tive o prazer de conhecer o dono. Ele comentou que realmente aquela porteira não poderia estar fechada, por se tratar de via pública. Parece que o proprietário comprou o terreno e fechou a estrada por conta própria. 



Usina
Abastecemos o carro e seguimos para Santa Rosa de Lima, mas já era um pouco tarde. No meio do caminho avistamos uma Usina Hidrelétrica e demos a volta para conhece-la. Tinha um funcionário que se prontificou a nos mostrar por dentro. Ali ficamos cerca de 30min, e como já estava escurecendo, resolvemos voltar.

Um passeio muito recomendado tanto para quem busca aventura quanto para sossego. Região montanhosa com uma população muito agradável. Nos sentimos em casa em todo o tempo que ficamos lá e sem dúvida voltaremos.

Dicas:
1- Como sempre, respeite a natureza.
2- Os passeios são, em boa parte, por propriedades particulares. Se abrir uma porteira, feche. 
3- Leve repelente, caso o tempo esteja quente.
4- Cuidado ao trafegar na estradas, pois muitas vezes são estreitas e o tráfego é razoável
5- Para ir a Santa Rosa de Lima pela estrada de terra, tome muito cuidado, pois a estrada segue ao lado do rio, e é bem estreita. Por ser em região montanhosa, existem muitas curvas sem visibilidade, e os relatos de morte ali não são poucos.
6- Celular só pega, e muito mal, no centro da cidade. 
7- Praticamente todas as pousadas e comércios tem WiFi. 
8- Leve seus suprimentos básicos. Em finais de semana o comércio costuma fechar.
9- Abasteça sempre que possível, pois existe somente um posto de combustível e que também fecha aos Domingos e feriados.


Trajeto Anitápolis SC

Arquivo GPX

Arquivo KMZ

Wikiloc



Trilha GPSies


Google Earth Fly


Album de Fotos



Casa no pé do paredão

Paredão

Vista dos Campos



Usina

Usina

Pousada Recanto das Cachoeiras




Temporada do Pinhão








Pinhão na Lareira










Elas :-)






Pousada Encantos da Serra

Pousada Encantos da Serra

Pousada Encantos da Serra

Pousada Encantos da Serra

Cachoeira Usina


Mel Nativo










2 comentários:

James Brelaz disse...

Wow! Parabéns pela bela aventura! Estou querendo passar o Natal em Anitápolis.
Mas não tenho um 4x4 que nem esse hahaha.

Repitam sempre essas trips!

Sergio Rodrigo de Medeiros disse...

Obrigado James. A região é espetacular mesmo... Pode ir que não vai se arrepender! Abraço

Postar um comentário