terça-feira, 22 de novembro de 2011

Trilha - Parque Nacional de São Joaquim - Urubici

Dificuldade:3
Natureza: 5
4x4: 3
Notas que variam de 1 a 5






A região de Urubici em Santa Catarina, além de ser considerada a região mais fria do país, onde existem grandes chances de nevar durante a temporada de inverno, possui também ótimos lugares para a prática de offroad, trilhas e esportes radicais. A cidade conta com várias opções de hospedagem rural, pousadas com apartamentos e cabanas e apenas um hotel. Para os praticantes de offroad, é uma boa pedida passar, no mínimo, um feriado prolongado na cidade.

Entre a cidade de Urubici e Bom Jardim da Serra fica uma reserva ecológica dentro do Parque Nacional de São Joaquim. Dentro dessa reserva existe uma trilha que pode ser feita preferencialmente por carros 4x4. Saindo de Urubici, passando pela serra que fica na SC-430, a aproximadamente 18Km existe um ponto de onibus com uma entrada em Y. Ali fica o início da trilha.

domingo, 20 de novembro de 2011

Trilha Morretes - Estrada da Anhaia

Dificuldade:2
Natureza: 3
4x4: 2
Notas que variam de 1 a 5




Esse foi nosso primeiro passeio de 4x4, pois além de muito agradável, passamos por dois rios. É uma ótima trilha para ser feita por amigos e família, sem o compromisso de atoleiros e guinchos, pois é mais um passeio do que uma trilha propriamente dita. Vale a pena para uma descontração de fim de semana, ainda mais acompanhada por um ótimo barreado no restaurante Casarão.


segunda-feira, 23 de maio de 2011

Restaurante O Casarão

Campo Magro PR

Comida: Caseira                 
Especialidade: Comida da Fazenda   
Preço: Moderado
Nota Geral: 4
Notas variam de 1 a 5


Restaurante localizado na cidade de Campo Magro, muito frequentado por aventureiros que realizam turismo rural na região do morro da palha. Comida caseira no estilo "da fazenda", conta com um ambiente aconchegante e bem no meio de uma região linda com uma natureza nativa quase intocada.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Restaurante Paraíso das Trutas

Piraquara PR

Comida: Caseira
Especialidade: Trutas
Preço: Moderado
Nota Geral: 3,5
Notas variam de 1 a 5

Esse restaurante localiza-se dentro do condomínio de chácaras Recreio da Serra, no município de Piraquara. O valor para o mes de Maio de 2011 é de R$40,00 por pessoa, incluso sucos.
O estilo é buffet a vontade, com uma boa variedade de pratos, e inclui sobremesas.

- Arroz Branco
- Barreado
- Torta de Frango
- Molho de Alcaparras
- Amêndoas e Castanha de Caju
- Salada
- Maionese de batatas
- Trutas assadas e fritas

domingo, 1 de maio de 2011

Recreio da Serra - Piraquara

Acesso: 4
Natureza: 4
Privacidade: 3
 Notas que variam de 1 a 5


Esse passeio não é bem uma atração turística. O Recreio da Serra é um condomínio fechado de chácaras, situado em Piraquara, muito próximo do início da Serra do Mar. Esse condomínio diferencia-se por estar em uma região denominada de Mananciais da Serra, que são as nascentes do rio Iguaçu, além de outras inúmeras nascentes. Dentro do condomínio existe um restaurante chamando Paraíso das Trutas, que abre nos Domingos e Feriados. Devido ao restaurante ser público, nesses dias o acesso ao condomínio pode ser feito para os clientes do restaurante, bastando identificar-se na portaria. Claro que você pode dar uma passeada pelo condomínio antes ou depois da refeição.


sábado, 23 de abril de 2011

Primeiro Post

Como primeiro post vou explicar um pouco o que motivou a criação desse blog. Basicamente se resume em uma frase: "Falta de informações".
Sempre fui um apaixonado pela natureza e aventuras. Admirava as pessoas que passavam finais de semanas e férias em contato com a natureza, aproveitando seus dias longe das grandes cidades. O problema é que não sabia como nem onde começar a pesquisar sobre o tema. Toda vez que tinha a chance não pensava duas vezes, pegava algumas coisas e pronto, bora pro mato! O problema é que nem sempre aproveitava da melhor forma todas as maravilhas que esse tipo de atividade proporciona.
Não sou nenhum expert em sobrevivencia e nem em esportes radicais. Já procurei, dentro do possível, experimentar tudo que estava ao meu alcance com relação a esportes e aventuras ao ar livre.
Minha formação é em Redes de Computadores e trabalho com Telecomunicações. Sou um aficionado em tecnologia e todos os brinquedinhos que ela nos dá. Procuro sempre estar atualizado com as novas tendências e novos gadgets tecnológicos. Ok... um Geek.
Mas tenho o meu lado aventureiro, que fala tão alto quando o lado nerd.
Depois que conheci minha esposa, Adriana, que é tão louca apaixonada quanto eu pela natureza, é que começamos a nos interessar mais por esse tipo de atividade.
Nesse momento nos deparamos com um grande problema. A falta de informações sobre o turismo rural na região de Curitiba. Existem sim alguns sites de prefeituras da região metropolitana de Curitiba, sites pessoais de turismo e aventureiros, mas todos trazem poucas informações, informações não atualizadas e muito tendenciosas. Mesmo seguindo alguns razoáveis artigos, nos deparamos com dados incertos, não atualizados e até incorretos.
Chegamos a conclusão, por experiência própria, que para podermos praticar nossa paixão compartilhada, que é o contato com a natureza, precisávamos simplesmente ir. Os melhores locais, as melhores dicas, bons restaurantes, locais pouco conhecidos, hospitalidade e uma ótima aventura conseguimos saindo de casa apenas com um ponto cardeal em mente. Em um ano de finais de semana curtindo a natureza aleatoriamente na região de Curitiba encontramos locais que nunca imaginamos que pudesse existir. Trilhas, cachoeiras, mata fechada, esportes, rios, lagos... a lista é vasta para os locais que achamos, mas pequena ainda para o que falta conhecer.
A hospitalidade das pessoas que vivem no meio rural é uma atração a parte. O famoso "Curitibano é povo fechado" definitivamente não se aplica a esses felizardos que tem como meio de vida um contato diário com a natureza. Nossos melhores passeios e restaurantes foram indicados no famoso boca a boca.
Nesse ano de atividades na natureza procuramos coletar informações, fazer amizades, tirar fotos, mapear no GPS, procurar novos caminhos e indicações de outros aventureiros. Tentaremos compartilhar tudo que tivemos o prazer de conhecer, e receber dicas de outros locais para a prática dessa atividade, que não considero um esporte, e sim um meio de vida.